segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Acho que estou no caminho certo /o/

Eu quase não vejo televisão, quase não leio jornal, internet para mim tem sido apenas para trabalho. São tantas coisas da faculdade, que eu fico perdida e sem tempo para nada.
Minhas aulas começaram na quarta-feira dia 30 de julho e na sexta a professora de BioCel já passou um trabalho para apresentar.
Apresentar!!!!!
Tens noção?
É, meu caro, a vida é dura para mim.
Mas nesse fim-de-semana me divertirei. =D

Enfim, meu caro, não é para discorrer sobre minha vida universitária que cá estou eu deixando de lado a pesquisa do bendito trabalho. Pouparei-te disso hoje. xD
Eu estou aqui para dizer que fiz a escolha certa. Farmácia é minha praia. Eu me darei bem de qualquer jeito. Se não for pelo lado bom da lei, posso me jogar no submundo do tráfico.
Zoa zoa zoa Acho que não farei isso. Ainda não. Huahuahuahuahuahua

Tu, meu caro leitor, deve estar se perguntando: "Por que essa louca está dizendo essas coisas? Eu não entendo..."
Eu te compreendo, leitor querido. Eu realmente ainda não cheguei ao cerne da convicção pela profissão escolhida pela louca que te fala.

Agora siga meu pensamento...
Dia desses estava eu em casa com mamãe, o gato Cosmo e uma tia que veio de visita.
Essa minha tia é meio lerdinha, fala umas coisas nada a ver quando a conversa segue outro rumo.
Pois bem, um momento ela começa a falar sobre medicamentos e minha mãe faz a coisa que eu mais odeio que ela faça: começa a falar de mim. >< href="http://www.gianecchini.us/?page_id=540&album_id=1">Gianecchini. Para quê? Na hora comecei a dar-lhe atenção. E sabe que descobrir? Que aquele ser maravilhoso (o Gianecchini, tá?) quase morreu =O
Como assim? Como assim?
Sabes como, leitor? Por se auto medicar.
E sabes o porquê da minha felicidade pela minha escolha? Porque vai que um dia ele precise de uma farmacêutica!!!! Quero poder estar apta a poder servir aquele homem. ;D

PS: Sem piadinhas falando que ele é gay. Ele é lindo e só precisa existir.
PS: Nada de auto medicação. Conspiração pelo uso racional de medicamentos.

4 comentários:

O Lerdo disse...

A Vilã engraçadinha é como remédio prescrito. Sempre está na dose certa e só faz bem.

Ri muito com o texto, vou poupar o Gianechini dessa vez por causa disso, e em respeito à sua experiência de quase-morte.

A auto-medicação pelo menos serviu pra eu descobrir minha alergia a aspirina... tá bom que poderia ter sido menos traumático, mas pelo menos serviu pra alguma coisa uaauhauhauauhauhauhauha

jeff disse...

jeff lia o post muito feliz por sua amiga estar feliz em ter se encontrado profissionalmente. até que termina de ler o texto e manda sua querida amiga ir à merda. =)

ai ai... u.u

e o gianecchini é gay.

A Pscicopata disse...

É certo que o Gianecchini é lindo , mas eu prefiro o Tiago Lacerda!! :)

Wagner disse...

Engraçado como só parece existir dois homens de referência p/ as mulheres no Brasil.

Wake up! I'm here too!

=~~~