quarta-feira, 7 de julho de 2010

Quando a gente se engana

Hoje eu estava no ônibus e entraram dois caras negros. Um mais novo, meio jovem-adulto, outro mais velho, só adulto mesmo. Os dois eram negros e tinham cara de bandido. O que é ter cara de bandido? Achei suspeito, gelei, fiquei tenso. O mais novo tinha uma mochila, que foi posta na frente para que passasse pela roleta. E eu esperei ele colocar a mão na mochila e gritar Isso é um assalto!. Eu gelei de novo. Não estava com a menor disposição de ser assaltado naquele momento. Mais do que em todos os outros. Era mais a cara de ladrão que a cor. Fiz toda a viagem e desci do ônibus com todas os pertences e dinheiro que estava ao subir. E pensei Cara, você é preconceituoso pra caralho!

4 comentários:

Luís disse...

E eu pensei "e quem não é?"...
É a TV...

Hanna disse...

O pior: todos somos.

Nu ! disse...

eu fico com nojo de mim mesma quando julgo algum sem conhecer ou simplesmente acredito no que os outrs dizem.
mas, pô... não conheço ngm q não tenha um pouco de preconceito. mas discriminar.. aí é outra historia.

Mistérios, Magias ou Milagres. disse...

Quantas vezes nos deparamos com situações complicadas, mas....Isto acontece para nos mostrar e aprender lições especificas. Amei seu blog, muito bem definido com inteligencia e sensibilidade. Abraços Heudes