domingo, 26 de abril de 2009

Evitando a anarquia

Durante uma aula de Hitória do Brasil o professor cita o protesto ocorrido na Cinelândia pelas diretas já, é então que se segue o diáldo a aogo de duas alunas:
D.: -Eles podiam fazer esse protesto no Campo de Santana pra rememorar né?!
S.: -Ei, não ia caber tanta gente lá...
D.: -Ah, acho que ia sim...
S.: -Cara, não pode pisar na graminha, eu acho...
D.: -hã tá! [?] ...Mas não é um protesto??
S.: -Er.. é cara, depor o governo pode, mas pisar na grama já é anarquia poxa...

Obs: agradeço a Dari por trascrever o diálogo.
Obs2: Ok eu admito, a aluna 'S.' sou eu . Mas a graminha não é aliada do governo.

6 comentários:

O Esquisito disse...

kkkkk, boa hein!
e ainda com a marca da psicopata (os erros de digitação.....)!

O Lerdo disse...

O que esperar de revolucionários que não respeitam nem a graminha? tá mais que certa uhahuahuahuahuahauhua

essas são as discussões que avançam em faculdades pelo país, caros pais, não se surpreendam...

Post nota 10000000000000!

Aline Costa disse...

Protesto pela proteção das graminhas já!

Dari disse...

cada uma... tive que ficar com o caderno na frente da cara pra disfarçar o riso diante do professor.

Além disso ninguém mais quer que ela participe das manifestações estudantis que ocorrerão em favor do campus, pq disseram q ela não vai querer protestar na rua enquanto o sinal estiver verde pros carros.

Leonardo Freitas disse...

Não modifique as falas!
Coloque aí parte do bolinho de batata!

Jujuzita Castro disse...

huahuuhauha... mto tempo sem visitar o blog.. e eis que qd volto encontro essa graça.. a psicopata e seus posts engraçadinhos...rsrs