quinta-feira, 10 de julho de 2008

Você vai morrer. Daqui a 80 anos.


- E então, Doutora - perguntou apreensivo - como estão meus exames?
A médica listou os resultados para o paciente, que tentava esconder seu estado de desolação e perplexidade:
- Hemácias, ok. Linfócitos, ok. Colesterol, perfeito. Triglicérides, maravilha. Nada de anormal no resto, nem nos exames de fezes e urina.
Divertida, completou:
- Você é mesmo sangue bom.
- Mas... mas... e minhas dores no peito... na... na cabeça?? Meu cansaço?? - Ele não podia suportar a idéia de que estava tudo bem. Não! Não estava!!! - Acho que minha próstata...
A médica teve de interromper:
- Já que você é tão apressado, procure um proctologista e faça o exame. Daqui a dez anos.
Ele não podia aceitar. Como dez anos para alguém que não tinha a certeza do dia de amanhã?
- Eu te passei um check-up completo - ela continuou - e você demonstrou estar com a saúde perfeita. Se depender dela você vai morrer, sim (finalmente ele levantou a cabeça com atenção). Talvez em 80 anos.
Incrédulo, ele falou:
- Você me disse o mesmo no ano passado.
Ela desistiu de lutar inutilmente. Limitou-se a responder:
- Setenta e nove, então.
Ele se levantou, irritado. Só teve tempo de ouvir:
- Espere! Acho que você precisa de um tratamento.
"Finalmente falamos a mesma língua", ele pensou. Sentou-se mais uma vez, e se preparou para ouvir com atenção. No entanto, recebeu da médica apenas um cartão.
- Este é o endereço de uma psicóloga de confiança. Você é hipocondríaco.
Radiante, ele perguntou:
- E é grave?
- Gravíssimo. Você não faz idéia - respondeu a doutora, com um largo sorriso.
Levantou-se de um salto. "Então sou mesmo doente", refletiu aliviado. Antes de deixar o consultório, fez um último pedido à medica. Esta, mais que depressa, receitou:
- Dissolva um comprimido por dia em um copo d'água.
Finalmente saiu da sala. Feliz, a despeito das notícias tão ruins. Entrou na drogaria mais próxima do consultório e saiu, alegremente, com um frasco de vitamina C.

2 comentários:

JeFFs disse...

é auto-biográfico?

eu gostei. o/

O Lerdo disse...

Tem um quê levemente autobiográfico, mas não é uma história real xD.